domingo, 12 de junho de 2016

Uma vez e nunca mais - Nicolas Santos

Ela é assim, diz o que diz como quem nunca diz, quase engasga-se com as palavras, aliás, se engasga e cresce os olhos para o que passa a sua frente, na rua, na lição, na nossa mão. Saltita em pés minúsculos e cora, coração quebra, ela é assim, assim. Me mata, nada para frente, tudo a sua pele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário