domingo, 19 de junho de 2016

É só isso - Nicolas Santos

Olha, é só isso,
Aliás, tudo isso, deixo-me, deixo-me de render aos remédios,
aos novos, os velhos já são amigos, mentem bem comigo.
Olha, é só, não insista,
foi a escola, a faculdade, os consultórios, as metades.
Os amores, as putas, as biscates, as santas.
Foram os cegos, malandros, mendigos e ventiladores.
É só isso e não peça nada mais de mim, eu desisto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário