domingo, 6 de dezembro de 2015

Sempre - Nicolas Santos

Eu sei que sobreviverei a estes dias que logo cairão da janela. Provavelmente, provavelmente eu sobreviva ao fim das férias e a entrada de um novo ano, do gato, do cachorro, de qualquer animal assim. Sobreviverei a todos estes dias que não imagino, eu sobreviverei, sem vontade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário