domingo, 24 de agosto de 2014

Guardem isto para a eternidade luminosa do passado em que serei rei - Nicolas Santos

Não peça desculpa, toda desculpa é um acordo, um acordo sem sentido e desprovido de realidade, a vida é uma facada no figado, um enjoo matinal que altera paradigmas de século em século, uma página de jornal inviável, um tiro no meio do tráfego, o beijo da amada. Fomos assaltados pelos que vendem verduras, seus cabelos caem sobre os ombros, amo teus olhos, os beijo. Não peça desculpa e pouco comova-se, pague um café e sente, temos de conversar a respeito do que temos lido, essa camisa suada é um infarte ao poder, limpem-se, não sejamos o que somos sem ser o que queremos, sejamos o que fomos quando um dia tivemos, os romanos são romanos, quem está ai ? Não é quem gosto, é quem pretendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário