domingo, 16 de fevereiro de 2014

Guerra - Nicolas Santos

Por raios e trovões, por sua vontade e toda a negligência dos que abordam-me com interrogações e desquites infrutíferos. Aceite quando puder e retorne caso saiba sobre casas, algo sobre chá ou politica estrangeira, camomila. Retorne se pensar que deves, retorne por um choque viável e altamente denso, toda chuva seria bem vista daquela janela que eu não me lembro a cor, nunca foi vermelha, nisso, certeza tenho, tão curto como poderá ser, uma reza de um ateu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário