domingo, 18 de agosto de 2013

Canção para lobos - Nicolas Santos

Regressa e mantém os acordes e fibras, esses dias que sobrevoam e desejam a minha vã insanidade, desabam, contemplo esses olhares, respeito a todos, vejo quão triste tens à mim. Desfaço e reproduzo um silêncio assustador, ruínas aos pés. Enamoraria, caso houvesse interesse. Pouco interessa o que é amar e todas essas regras de não sobrevivência, aparentamos, acalentamos, morremos depressa, para que nenhum barulho nos perturbe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário