domingo, 7 de abril de 2013

March 31 - Nicolas Santos

Temos vinte anos de idade. Tanto tempo, tão longe, crianças que passavam os dias em casa, queríamos ser os próximos, queríamos que alguém escolhesse-nos, querendo a dúvida insana e paradoxal, duvidando da existência, com pés descalços e joelhos em frangalhos. Viajamos por portos imaginários, vidas que agora desconhecem qualquer semelhança, vidas sem frases, vidas essas que são tão minhas, quanto suas. Agora somos outras vidas. Temos vinte anos de idade, alguns dias mais, alguns conselhos não seguidos a menos, tenho a tua reciprocidade, passei por estes olhos negros, estes que arrastam a comunidade, passei por isso, isso teu que acalma oceanos e lagoas, sem menos distância, com mais boca, com mais coração, temos vinte anos, temos tempo, não temos muito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário