quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Nem tudo são flores - Nicolas Santos

Hoje ando triste,por essas ruas imundas,de fragmentos de dignidade e cacos de paixão,deitadas nelas pessoas sem nenhum tipo de expectativa de poderem se desacorrentar do amargo gosto da desilusão.
A sujeira é tanta que chegou a contaminar meu belo jardim.Matando a mais bela das rosas,meu coração doi tanto que nesse exato momento penso em arranca-lo,para, parar de sofrer,não quero nunca mais me apaixonar,eu me odeio por te amar.
Eu não sou de mentira,aliás essa dor que sinto no coração me parece bem real,se você por algum motivo não acredita em mim,bem o que posso fazer,me diga pois o caminho que estou seguindo está muito escuro,tanto que até o sol companheiro insepáravel morreu,e agora meu corpo gelado não tem outra escolha.Preciso mudar e começar a cuidar melhor do meu jardim

Um comentário: