quinta-feira, 25 de novembro de 2010

O menino sem alma - Nicolas Santos


Ja faz algum tempo que conheci aquele menino de afeição um tanto quanto triste mais sempre sorridente,que dia sim dia não vinha conversar comigo sempre sobre coisas muito interessantes,mas principalmente sobre pessoas e sentimentos.
Ele me dizia que prefiria o frio ao calor,e adorava tomar banho de chuva,que se contentava com pouco muito pouco mesmo e tambem ficava triste sem motivo aparente.
Dizia até mais,me falava sobre seus amores platônicos,que adorava transcrever sentimentos em palavras ,mais que quase sempre era menosprezado.
Sonhava com dias melhores pois apesar de sempre estar sorrindo,por dentro ja estava completamente destruido e cansado da estupidez alheia.
Em um dia nublado o encontrei jogado por ai e ele me disse que havia se cansado de sofrer por isso resolveu jogar seu coração enrolado em sua alma numa lixeira qualquer do centro da cidade,para não mais sofrer,eu um pouco surpreendido o compreendi totalmente,pois tambem me sinto assim,aliás preciso parar de escrever me olhando no espelho

Um comentário: