domingo, 18 de janeiro de 2015

Infindáveis fins - Nicolas Santos

Tudo bem, observemos nossas cosmovisões e garantamos um futuro incerto e cheio de certezas, desconstruamos. Correspondo, porém liberto, quão valorosa é uma escolha ciente de si ? Imensidão é imensurável, do azul do céu ao azul do mar. Exerço a metafísica, absorvem, oriundos do universo e dele, formadores, discutam epistemologicamente, rituais cabalísticos. Alargamos a consciência, preocupados com a ontologia e com a liberdade que nos cercearam, quem será ? Eu acredito no espaço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário