domingo, 22 de abril de 2012

Mortes e verdades - Nicolas Santos

Que sábado mais sentimentalista.
Ah, que sábado apressado foi esse, sempre tão revoltado e causador de estragos maiores, morreu por não atravessar na faixa e mesmo que tivesse sobrevivido as sequelas seriam eternas, ah que sábado. Um que começou as 9 e meia da madrugada/manhã, não acostumaria acordar neste horário sempre, sempre acordo mais cedo, odeio sonhos e arranjos de flores, odeio vasos indianos e chineses, os vasos japoneses são melhores.
Mas esta não é mais uma conversa sobre vasos ou sábados que morrem, nem de como é ruim acordar cedo, está se tornou uma conversa de como é ruim ficar sóbrio e vivo ou de como não é ter convites para ir á um bar qualquer em uma sexta a noite, as noites são monótonas e desperdiçadas entre séries, videogames e pensamentos bobos, ligados a você. Amor, hoje não, por favor, sem sentimentalismo barato, sem isso tudo.
Coloque a sua blusa favorita e ligue o ventilador mesmo que haja frio, mesmo que esteja só, só não sorria, estamos de luto, sábado morreu e não me deixou nenhuma lembrança.

2 comentários:

  1. Aproveitar os cinco minutos de miséria como dizem em Elizabethtown

    haverá um dia em que você não haverá de ser felizzzzzz (8)

    ResponderExcluir
  2. Olá, te convido a conhecer o meu blog!
    Adorei o seu blog e estou te seguindo já!
    Curte a página do face e twitter!!!
    Bjosss e uma ótima semana!

    Beauty Blush
    www.beautyblush.com.br

    ResponderExcluir