segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Nunca ter - Nicolas Santos

Eu realmente não sei o que deveria sentir, estou pecando mais um vez.
Esbarro no pecado, medo de amar, esbarro na distância e nos sorrisos que não vejo, esbarro no seu cheiro que não sinto, apenas esbarro, tropeço, esbarro.
Tropeço e no fim eu acabo caindo, já vi esse filme algumas vezes, ele perde a graça sempre, que graça ? Nunca teve nada que me fizesse parar, olhar, sentir.
Parei e fitei um coração no meio da rua, se parecia com o meu, adotei, era de uma linda garota, uma que eu quero dividir fotografias, quero dividir um micro-espaço em um sofá, um micro-sorriso de canto de boca ao ouvir nossa canção, tocando em uma estação da capital.
Frequências alteradas, codificadas para serem guardadas em um canto na estante, perto dos seus discos, perto dos meus livros, uma estante de recordações, uma estante. Somos uma estante e em mim guardo você, guardo como o mais valioso bem do mundo, sem motivo aparente, apenas guardo, apenas te quero, apenas.
Me pergunto se estou guardado em você, quem sabe um sorriso, uma lembrança feliz, uma triste, guarda ? Guarde o que quiser, divida o sofá comigo, divida sua vida comigo, divida, multiplique e espalhe alegria dentre os campos que estão fixados perto de minha casa, um dia teremos nossa casa, um dia terei você.
Dentre os campos, dentre os amores, dentre tudo, eu te encontrei, me apaixonei, te encontrei e não quero perder.
Afinal, do que tu tem mais medo, de perder ou de nunca ter ?

11 comentários:

  1. "Somos uma estante e em mim guardo você, guardo como o mais valioso bem do mundo, sem motivo aparente, apenas guardo, apenas te quero, apenas." Seus textos lindos, como sempre. -M

    ResponderExcluir
  2. ahhhh caramba que lindo muito lindo muito perfeito *O* ( exatamente o que to sentindo)

    ResponderExcluir
  3. lindo texto! de verdade
    bjbj
    blog-salto-alto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. sempre com lindos textos hein nick *-*

    http://a-cartanagarrafa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. "de nunca ter"..
    lindo Nick, sempre lindo.
    bjones

    ResponderExcluir
  6. 'Frequências alteradas, codificadas para serem guardadas em um canto na estante, perto dos seus discos, perto dos meus livros, uma estante de recordações, uma estante.'
    aaaah, Nick, você escreve sempre tão bem *-*

    ResponderExcluir
  7. As palavras já estão saindo repetidas.
    O sentimento não muda, a dor fica.
    É sempre o mesmo, nada muda, eu esbarro no medo e fico apenas com vislumbres, é tudo imaginação, o real se perde, a mentira prevalece, o costume se faz, todos acreditam no que querem, seja falso, seja fictício.
    "As pessoas dizem que tu fica triste porque quer e que não faz nada pra mudar isso, as pessoas não pensam que você pode não ter mais forças"
    E não tenho e me faltam e sumiram e eu não me conheço mais.
    Vez ou outra me perco nas palavras de um caçador e por um momento eu me enxergo naquelas palavras, por um momento eu vejo esperança e nós compartilhamos sentimentos inexistentes, isso parece ser bom de alguma forma, conforta, a força que não temos reage de modo contrário e naquele segundo eu sinto um sorriso, eu sinto algo, isso já me salva.
    Eu vejo todos rirem, mas nada aqui tem graça, na minha vida nunca teve e permanece sem nunca ter.
    Talvez eles estejam rindo de mim, isso já é costumeiro, eu não sinto, eu não vejo, eu não falo, eu não choro, eu não sou quem eles precisam que eu seja.
    "Parei e fitei um coração no meio da rua, se parecia com o meu, adotei, era de uma linda garota, uma que eu quero dividir fotografias, quero dividir um micro-espaço em um sofá, um micro-sorriso de canto de boca ao ouvir nossa canção, tocando em uma estação da capital."
    Mas como sempre, ilusão, é meu coração afinal e eu nem sei mais se ele existe.
    Eu tive tantas vezes e de alguma forma eu quero outras, mas eu perdi tudo e não sei que diferença fará se eu nunca mais tiver, eu nunca tive.
    Esqueci o medo por um tempo, me espelho no meu caçador, sentimentos já não me mantém de pé.
    Só peço que me deixe roubar suas palavras, elas estão sendo o meu oxigênio, enquanto eu estou no chão, me deixe permanecer, porque se o amor voltar a me levantar eu vou cair para nunca mais voltar.

    ResponderExcluir
  8. Apenas continue me deixando usar tuas palavras, apenas continue sendo real, mesmo tão longe, mas é o que eu tenho de mais próximo de esperança.
    Esqueçamos o medo.
    Obrigada Nick :)

    ResponderExcluir
  9. Medo de nunca ter ;/
    adorei , me pegou na hora certa. Parabens'

    ResponderExcluir
  10. Haa eu amei esse texto, parabéns nick
    haaa xonei no texto *-----------------*

    ResponderExcluir