terça-feira, 12 de abril de 2011

time like these - Natii Busch e Beatriz Fagundes

eu falo com o tempo,
eu peço pra ele passar, eu peço pra ele chover,
tempo que me deve uma, duas ou mais de tres,
quanta coisa passei,
e esse tempo ingrato.
eu falo pro tempo, que tem um sentimento
que só ele pode levar.
vento, venta mais forte
traz de volta minha sorte,e leva o que tem de levar.
onda de ventania,
tras de volta o que eu tinha um dia,
faz do mundo a minha companhia,
pra eu cantar feliz a chuva que molha a raiz.
derruba as paredes de concreto,
que não tinham destino mais incerto,
e replanta teu jardim, rega um novo sentimento.
faz crescer o que ha por dentro,
vai com a onda, com a chuva, com o vento
mas volte a cada por do sol.
volta pra me buscar,
elogia meu jardim, reconstroi a parede
mas fica do meu lado.
não importa quanto tempo passou,
nem quanto mais vai passar,
sempre vai ser setembro, dentro de mim
acabou o tempo,
esta aqui o sentimento,
esse nao é um novo começo,
mas sim um novo fim
.

6 comentários:

  1. quanto passei
    quanto tenho passado
    será que tanto mal fiz para amargurar dessa forma?
    só tenho uma resposta em mente.
    esperar um novo fim para um novo começo? não é o que quero. não agora, não desse jeito.

    ResponderExcluir
  2. nossa,tá muito lindo. Super criativo *-*

    ResponderExcluir
  3. "e replanta teu jardim, rega um novo sentimento"

    que o tempo regue um sentimento para todos... logo, para que me meu coração se aqueça nesse frio.

    Beijoo =*


    @juu_grilo

    ResponderExcluir
  4. (...) sempre vai ser setembro, dentro de mim
    acabou o tempo...
    Foi feito para mim não é possível, rs.
    beijos.

    ResponderExcluir