sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

eu por mim - Beatriz Fagundes


Uma garota linda que todos os garotos desejam, que todo mundo quer ser amigo. Uma garota sem dificuldades, que faz tudo o que quer hora que quer. A garota que segue a moda, que vive cheia de jóias e etc..  a que é a mais invejada da escola, a mais badalada da cidade, ta em todas as festas e é super comentada.
Essa não sou eu.
Eu sou a pessoa que sempre se ferra por se preocupar demais com os outros, a pessoa que não ta nem ai pra modinha. Eu tenho teto de vidro e jogo sim pedra nos outros, afinal, quem não faz isso?  Eu sou a menina que estuda pra ter o que quer, mas que não faz só estudar. Tenho meu grupo de amigos, tenho os meus rolos [que nunca dão certo, mas quem liga?].
Dedico a minha vida pra musica, pras minhas duas cadelas, e pros meus pais.
Eu sou aquela pessoa que ajuda qualquer um a qualquer seja qual for o problema. Posso não ter os melhores conselhos, mas melhor alguém que ouve que alguém que diz  –foda-se.
Sou a garota do interior com o ‘r’ de caipira, com hábitos diferentes, com opiniões diferentes, e essas são coisas que ninguém nunca vai poder tirar de mim.
A garota que já se apaixonou pela pessoa errada, que já chorou por perder alguém, que já chorou por ver um amigo ir embora. Que já correu na chuva achando que isso a faria feliz, que já rabiscou as portas do guarda roupa porque achava aquilo legal, que pregava figurinhas na janela do quarto, que tinha bonequinhos de desenhos animados, que brigava com o irmão todo dia e toda hora. Que já teve problemas na família, que já tomou advertência na escola, que já grudou chiclete debaixo da mesa, que aprendeu a tocar violão porque acha bonito, que tem vergonha de pessoas novas, que é divertida o tempo todo [quase.].
Sou quem eu gosto de ser, estou onde eu gosto de estar, e faço o que gosto de fazer.
Prazer, Beatriz Fagundes.

Um comentário:

  1. "Sou quem eu gosto de se"

    Me encaixo totalmente nesse texto!!!
    Parabéns =D
    Adorei!

    ResponderExcluir